fbpx

VOCÊ SABE QUAL O MELHOR APARELHO PARA O SEU TREINO AERÓBICO?

Esses três são os queridinhos do pessoal que adora os treinos aeróbicos. Esses aparelhos se destacam por desenvolverem o sistema cardiorrespiratório, aprimorar a resistência física, além de ser ótimas maneiras para queimar gorduras e reduzir medidas. Mas aí entra a dúvida mais perguntada de todas: Qual é o melhor?

Depende, é preciso levar em consideração seus objetivos, suas limitações e entender as principais diferenças entre os três equipamentos.

Antes de começarmos a falar sobre cada aparelho é importante ressaltar que a queima calórica é proporcional a intensidade do exercício. Logo, para a comparação entre esteira, bicicleta e elíptico, consideramos o mesmo tempo e a mesma intensidade para os três.

O que o elíptico pode fazer por você?

Trabalha todo o corpo.
Através da simulação de movimentos de corrida e escalada o elíptico te ajuda a conseguir abdômen, glúteos, panturrilhas, peitoral, tríceps, bíceps e algumas musculaturas responsáveis pela postura da cintura mais fortes. Ou seja, é o corpo todo mesmo!
Os benefícios são vários.
A intensidade pode ser variada ou balanceada entre os membros superiores e inferiores. Isso faz com que haja uma melhora da resistência, aptidão física, disposição e sistema cardiovascular.
Está lesionado ou é iniciante e tem medo de se machucar?
O elíptico é o aparelho certo para você! Isso porque dos 3 aparelhos (esteira, bicicleta e elíptico) é o que tem o menor impacto. É quase improvável que o uso do elíptico causará dores ou lesões, como as frequentes contusões dos treinos de corrida. Ele também é a melhor opção para quem está lesionado (sempre com um acompanhamento de um profissional capacitado), mas não quer parar de treinar.
E o gasto calórico?
30 minutos no aparelho, com intensidade constante podem derreter (em uma pessoa com 70kg), por volta de 300 kcal.

E A BICICLETA? QUAL SEU MAIOR DIFERENCIAL?

Trabalho pesado para os membros inferiores e abdômen
A Bicicleta, por ter maior ênfase em membros inferiores, exige o uso dos músculos das panturrilhas, coxas e quadris o tempo inteiro, isso garante músculos maiores, mais fortes e um grande aumento na resistência.
E os benefícios?
A bicicleta assim como o elíptico, melhora a capacidade aeróbia e a aptidão física. Vale ressaltar a necessidade da utilização dos músculos superiores das costas de forma que esses músculos também sejam trabalhados. Quer turbinar esses benefícios? Escolha as aulas de spinning (consulte os horários das aulas aqui (link)), que além de exigirem uma maior intensidade do exercício, ainda é uma boa pedida para perder peso.
É preciso ter atenção redobrada para a posição das costas e a altura do banco para evitar dores na região lombar e lesões no joelho. A regrinha para a altura do banco é fique em pé ao lado da bicicleta, a altura do banco deve estar no ossinho do quadril. Outra dica é pedalar sempre com alguma carga, mesmo que pouca, para não lesionar os joelhos. Se a bicicleta está leve demais, está errado!
Quanto as calorias.
30 minutos, com intensidade moderada e constante, detona, em média, 200 calorias (estimativa também considera uma pessoa de 70 quilos).

Esteira: aquela que todo mundo conhece

Com movimentos naturais
Quem nunca andou em uma esteira na vida, que atire a primeira pedra. A atividade é natural, uma vez que, você já correu ou caminhou durante sua vida. Essa simplicidade dos movimentos faz com que a esteira seja recomendada para todas as idades e para quem não tem um grande condicionamento físico.
Trabalha o corpo todo.
Tanto para caminhar, quanto para correr, o corpo utiliza importantes grupos musculares, principalmente os inferiores, abdômen e coluna. Isso faz com que você tenha maior estabilidade postural e músculos maiores e mais durinhos.
Mas o que eu ganho correndo?
Além de uma melhora considerável no seu condicionamento físico, a esteira te garante uma turbinada no seu sistema cardíaco, pulmonar e até mesmo renal, uma vez que, com a alta frequência cardíaca, o sangue circula mais oxigenado e a filtragem do sangue pelos rins aumenta, aumentando também a eliminação de toxinas no corpo.
Quero emagrecer e aí?
Existem pessoas que correm e outras que caminham na esteira, e como dito lá no início da matéria, a queima calórica é proporcional a intensidade do exercício. Para uma pessoa de 70kg., que caminha de forma contínua e moderada, pode perder, em média 360kcal.

Mas e aí? Qual é o melhor?

O aparelho mais completo dos três, com certeza é o elíptico. Ele ganha em quantidade de grupos musculares trabalhados, possui o menor impacto possível e tem um gasto calórico muito parecido com o da esteira.
Mas vale ressaltar, que o mais importante na hora de escolher seu queridinho para treinos aeróbicos, é que você se sinta confortável, que torne os treinos mais prazerosos para que você não fique com a ideia, completamente errada, de que exercício físico é chato.
Outro ponto importante, não há problema algum em intercalar os aparelhos durante a semana, procure um professor Open para te auxiliar na escolha do que mais combina com você e lembre-se, não adianta a intensidade ou o gasto calórico se não há constância nos treinos.